White paper do Bitcoin faz aniversário de 12 anos

White paper do Bitcoin faz aniversário de 12 anos

 

Há 12 anos, em um grupo de discussão sobre criptografia do Metzdowd.com, um artigo científico foi enviado e alcançou um feito inédito: entrou para a história com sua proposta futurística para transações financeiras. Eis a história do White paper “Bitcoin P2P e-cash paper”.

O dia 31 de outubro representa uma data especial para a comunidade que integra a criptoeconomia, foi nesse dia que, propositalmente, o autor do artigo, o anônimo e enigmático Satoshi Nakamoto (não se sabe se foi  uma única pessoa ou até mesmo um grupo de pessoas) publicou o texto no pipermail, publicamente organizado pelo grupo visionário cypherpunks, que já vinha tentando emplacar desde os anos 1990 alguns projetos similares, mas sem sucesso.

Foi aí que o artigo “Bitcoin: Um Sistema de Dinheiro Eletrônico Ponto-a-Ponto” começou a ganhar popularidade, mesmo considerando que Nakamoto já havia escrito o código do Bitcoin antes da publicação de 31 de outubro de 2008.

Em resumo, o audacioso artigo propunha que o objetivo original do Bitcoin era ser “uma versão puramente ponto a ponto de dinheiro eletrônico” e que “permitiria que os pagamentos online fossem enviados diretamente de uma parte para outra, sem passar por uma instituição financeira” e com segurança.

De lá para cá, houveram avanços disruptivos consideráveis, como o uso de moedas digitais por conglomerados bancários; volumes bilionários diariamente sendo transacionados em todo o planeta, por meio de mais 7 mil moedas digitais e da Blockchain, inclusive, tecnologia à qual tem sido utilizada para diversas finalidades desde projetos de mobilidade aérea e urbana a intervenções de gestão e saúde pública.

Desde que o artigo foi apresentado pela primeira vez, ele foi citado mais de 12.425 vezes até o momento e mencionado em dezenas de milhares de artigos durante os últimos anos.

Diante do exposto, é pertinente considerar que em plena Pandemia do Covid-19 a comunidade que transaciona Bitcoin ganhou aproximadamente 100 milhões de novos membros em 2020, de acordo com os dados de estudo recentemente publicado e desenvolvido pela Universidade de Cambridge. 

As instabilidades econômicas e medidas protetivas em saúde, como evitar o manuseio de dinheiro físico, de certa forma fortaleceram esse fenômeno, assim como a necessidade de criação de alternativas frente ao monopólio histórico do setor bancário sobre quase as operações financeiras de todo o mundo, fazem o White Paper apresentar um valor a mais em importância e contemporaneidade.