Você já se perguntou como são emitidas as criptomoedas?

Você já se perguntou como são emitidas as criptomoedas? Elas são cunhadas através do processo de mineração, isso mesmo, mineração. Assim como as mineradoras buscam ouro ou outros metais preciosos no solo, os bitcoins e outras criptomoedas são encontradas através de processos de mineração digital.

O que é mineração – A mineração nada mais é do que o processo de validação e inclusão de novas transações na blockchain, um grande banco de dados que registra o histórico de movimentações dos usuários. Podemos dizer que a mineração é responsável por colocar ou retirar moedas digitais em circulação.

Tipos de mineração – Existem várias formas de mineração, porém duas delas são mais utilizadas no mercado cripto: Proof of Work ou Prova de Trabalho e Proof of Stake ou Prova de Participação.

Proof of Work – Também é conhecida como “Prova de Trabalho”  e é o tipo de mineração mais comum. Criptomoedas como o Bitcoin, Ethereum, Litecoin e Dogecoin são emitidas através deste tipo de mineração.

Na mineração Proof of Work você utiliza uma máquina para minerar criptomoedas. O detalhe é que essas máquinas necessitam de um grande poder computacional e demandam uma grande quantidade de energia. 

Neste tipo de mineração, as máquinas resolvem cálculos matemáticos, que variam de blockchain para blockchain para validar os blocos das transações dos clientes.

Proof of stake – Chamado também de Prova de Participação, funciona, podemos dizer assim, como uma “comunidade”, onde uma pessoa é escolhida para ser o validador, que será a pessoa que vai realizar a mineração dessa comunidade.

Os outros integrantes do grupo bloqueiam uma parte de suas criptos para o validador, a fim de que ele tenha mais chances de ser recompensado e, em troca, os lucros obtidos durante a mineração, são divididos entre os membros, de forma proporcional. Um exemplo de criptomoeda que usa esse tipo de mineração é a ADA, da Cardano.

 


Outros tipos de mineração – Mais recentemente, outros tipos de mineração têm surgido no mercado de cripto, como a Proof of Space ou Prova de Espaço, Proof of History, Prova de História, ou Proof of Coverage ou Prova de Cobertura. Algumas criptomoedas usam esses tipos de mineração, caso da Solana e Helium (HNT).

O surgimento dessas novas formas de mineração se dá por conta da necessidade de baratear os custos e também aumentar a velocidade e o número de transações. Além disso, os novos tipos de mineração já utilizam tecnologias que visam reduzir o impacto causado ao meio ambiente.

Pools – E como já te falamos por aqui, minerar requer um alto investimento. Esse fator, aliado à complexidade de realizar o trabalho tem levado ao surgimento de fazendas de mineração com milhares de equipamentos que se dediquem à tarefa. Esses locais costumam se organizar em pools (conjuntos) de mineradores que trabalham juntos para competir pela RECOMPENSA DA validação das transações.

Você ainda não possui o Contrato de Locação de Criptoativos da Braiscompany?

Converse agora mesmo com nosso time de especialistas clicando aqui. 

 

O mercado de criptoativos é uma grande oportunidade para quem deseja encontrar a liberdade financeira.