Venda de Bitcoin será implantada em Bancos Alemães

Por: Daniela Abrantes
Publicado em 02/12/2019

Apenas um clique.

Em 2020, as instituições bancárias da Alemanha poderão fornecer para os seus clientes a compra e venda de criptomoedas com apenas um clique. Essa inovação é graças a uma nova lei que implementa a quarta Diretiva de Lavagem de Dinheiro da UE.

“A Alemanha está a caminho de se tornar um paraíso das criptomoedas. O legislador alemão está desempenhando um papel pioneiro na regulamentação das criptomoedas”, afirmou Sven Hildebrandt, diretor da empresa de consultoria DLC.

A associação de bancos Alemães (BdB), acredita que as instituições de crédito podem evitar a lavagem de dinheiro utilizando criptomoedas, com o uso de gerenciamento de riscos e proteção de ativos de clientes.

Bakkt alcança novas metas e recordes.

A Bakkt, empresa com sede nos Estados Unidos, vem alcançando novas metas, assim como a Alemanha com a implantação de Bitcoin nos bancos.

Em outubro, o volume de Bakkt teve uma grande alta e atingiu recordes históricos quando o Bitcoin caiu abaixo dos US$ 7.300 e logo após isso, o preço dele subiu 42% (US$ 10.500).

Já no dia 9 de novembro, ocorreu uma alta em contratos futuros de Bitcoin liquidados fisicamente na Bakkt, com cerca de 1.756 contratos, no dia em que o BTC caiu abaixo de US$ 9.000.

Na semana passada (27) o twitter @BakktBot postou uma nova quebra de recorde, registrando mais de US$42 milhões em volume, o que resulta num aumento de 148% em apenas 24 horas. Como mostra o gráfico abaixo:

Gráfico de volume de contratos futuros de bitcoin Fonte: @BakktBot

Como já publicamos aqui no Brais News no dia 11 de novembro, a Bakkt já caminhava com altas expectativas de recordes sendo batidos, planejando mais de US$200 milhões de contratos futuros de BTC para esse mês.

Calculando o volume apresentado pelo bot da bakkt, em novembro eles quebraram esse recorde com folga, chegando a mais de US$ 250 milhões até o dia 29, seu último dia útil de registro.