NFT

Saiba mais sobre NFT e porque celebridades estão desembolsando milhões por essa tecnologia

Nas últimas semanas, provavelmente você deve ter ouvido falar ou visto em algum lugar a sigla NFT. A tecnologia ganhou espaço na mídia, após grandes personalidades anunciarem compras milionárias de obras de arte digitais, ingressando nesse universo e despertando a atenção de muitas pessoas.

No post de hoje, vamos te contar um pouco mais sobre NFT, o que é e por qual motivo essa tecnologia está ganhando cada vez mais os holofotes, movimentando cerca de R$ 47 bilhões em janeiro.

O que são NFTs

NFT é a sigla em inglês para non-fungible token (token não fungível, traduzindo para o português). Antes de adentrarmos na tecnologia em si, precisamos entender primeiramente dois termos: “tokens” e “fungível”.

Vamos falar inicialmente sobre “token”, que nada mais é do que a representação digital de um ativo no universo das criptomoedas registrada em uma blockchain. Se uma pessoa possui um token de uma propriedade, por exemplo, então ela tem direito ao imóvel em questão.

Já quando falamos que um bem é “fungível”, dizemos que aquele bem pode ser substituído por outro da mesma espécie, quantidade e qualidade, assim como determina o Código Civil Brasileiro. Explicado esses pontos, mais a frente, entenderemos melhor porque os NFTs são considerados “tokens não fungíveis”.

Antes, podemos resumir um NFT como um item exclusivo, que pode ser digital – como uma arte gráfica feita no computador – ou física – emoldurada um quadro fixado em na parede.

Neymar comprou NFT da Bored Ape por mais de R$ 6 milhões (Neymar/Reprodução)

Então, o que seria um token não fungível?

Na prática, ser um token não fungível significa ser um certificado digital de propriedade que qualquer um pode ver e confirmar a autenticidade, mas ninguém pode alterar. Podemos usar como exemplo os NFTs comprados recentemente pelo astro brasileiro do Paris Saint Germain, Neymar, pertencentes à coleção Bored Ape Yacht Club (BAYC).

Após a efetivação do negócio, que girou em torno de 6,2 milhões de reais, a posse real das obras não pertence mais ao artista e sim ao jogador. O atleta poderá usar essas imagens como um certificado de propriedade, tendo como segurança a certeza de que as imagens não podem ser alteradas, uma vez que estão na blockchain.

Músicas, itens de jogos, fotos de momentos do esporte, quadros físicos e digitais, domínios de sites, vídeos e até posts em redes sociais podem virar tokens não fungíveis.

Vantagens das NFTs

Comprar NFTs tem algumas vantagens como a facilidade de transferência, escassez e valorização. Um token não fungível pode ser transferido em questão de minutos, independente se o comprador estiver em uma parte do mundo e o vendedor em outra. Essa mesma facilidade é perceptível nas transações de criptomoedas.

Além disso, assim como as tradicionais obras de arte, os NFTs também possuem grande possibilidade de valorização no futuro. Ou seja, quem adquiriu uma obra em NFT hoje, pode vendê-la a um preço muito maior mais a frente.

Os NFTs também são escassos. Apesar de todo mundo conseguir copiar o material digital, só o proprietário realmente tem a posse dele e pode vendê-lo no futuro. 

NFTs que valem milhões

Entre as obras em NFT que fizeram mais sucesso até agora, podemos destacar três: “Cryptopunks #7523”, uma coleção de pixel art (tipo de arte digital), com mais de 10 mil retratos de personagens, vendida por quase R$ 65 milhões, “Everydays: The First 5000 Days”, um compilado com 5 mil imagens virtuais criadas pelo artista conhecido como Beeple, que custou mais de R$ 378 milhões e o “The Merge”, do renomado artista digital Pak, que foi comprado por mais de R$ 500 milhões.

NFT de Beeple foi vendida por mais de R$ 378 milhões em 2021. (Beeple/Reprodução)

BraisGames vai lançar jogo em NFT

A BraisGames, startup de jogos que está incubada na Braiscompany, lança neste ano o primeiro game em NFT, chamado “Trix: Battle Tactics”. A ideia é trazer para os jogadores o conceito de jogo play-to-earn (jogue para ganhar).

O novo projeto nasce da insatisfação encontrada no mercado de games em blockchain, que costumam focar apenas no ganho monetário. Portanto, um dos destaques do “TBT” será a diversão que ele proporcionará ao jogador, tornando o ato de “jogar para ganhar” ainda mais interessante.

A startup de games, em menos de um ano, já lançou quatro jogos para celular, são eles: “Bubbli Bash”, “Bit Draw”, “Hank’n Spank” e “Cats vs Slimes”.  Alguns desses projetos já foram finalistas em premiações importantes do universo dos games e hoje contam com jogadores em mais de 180 países.

 

 

 

Você ainda não possui um Contrato de Locação de criptoativos da Braiscompany?

Entre agora mesmo em contato com o nosso time de especialistas clicando aqui. 

O mercado de criptoativos é uma grande oportunidade para quem deseja encontrar a liberdade financeira.