País asiático realiza primeira importação de mercadorias utilizando criptomoedas

O Irã, país situado no Golfo Pérsico, realizou o primeiro pedido de importação de mercadorias, pagos com criptomoedas. O valor total da transação é de U$ 10 milhões (mais de R$ 50 milhões).

A informação foi confirmada em um relatório do Ministério da Indústria, Minas e Comércio do Irã divulgado nesta terça-feira, 9. O chefe da Organização de Promoção Comercial do Irã (TPO), Alireza Peyman-Pak, declarou no Twitter que todo o processo foi realizado com sucesso. 

Ainda conforme o Ministério da Indústria, Minas e Comércio iraniano, o uso de criptomoedas e smarts contracts (contratos inteligentes) serão amplamente empregados no comércio internacional com países pré-selecionados para a iniciativa.

Aliás, o Irã vem se mostrando mais aberto ao universo das criptomoedas. No ano passado, por exemplo, o país já havia concedido uma licença para que cerca de 30 fazendas de mineração de criptos pudessem operar na região de forma legal.

Leia também: Índia emite mais de 100 mil diplomas e históricos escolares na blockchain 
Leia também:
Universidades asiáticas criam disciplinas e salas de aula no Metaverso 

Aproxime-se da sua liberdade financeira, clique no botão abaixo: