Geração Z possui mais conhecimento sobre criptomoedas que qualquer outra geração.

Segundo um estudo sobre investimentos feito pela Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (ANBIMA) a Geração Z, com jovens entre 9 a 24 anos, entendem mais de criptomoedas que os Millenials, que têm idade entre 25 a 40 anos. 

De acordo com a pesquisa, cerca de 6,3% dos entrevistados da Geração Z tinham conhecimentos sobre criptomoedas, desse percentual, 2,8% afirmaram já investir em bitcoin e/ou demais cripto ativos.  A ANBIMA não divulgou o percentual de conhecimento das outras gerações, mas confirmou que a Geração Z é a que mais entende sobre o assunto.

Outro dado curioso é que a Geração Z apresentou o maior percentual de conhecimento sobre ações entre as gerações. Cerca de 26% dos entrevistados conheciam sobre o tema. 

Apesar de dominar o conhecimento sobre cripto e ações, a Geração Z é a que menos conhece sobre investimentos. De acordo com o estudo, 51,8% reconhecem que não conhecem nada sobre investimentos.

Fato completamente natural, segundo Marcelo Billi, superintendente de Comunicação, Certificação e Educação de Investidores da ANBIMA “ A geração Z apresenta menor conhecimento sobre o tema porque reúne muitas pessoas que começaram a trabalhar recentemente e são poucas as que pensam em planejamento financeiro e investimentos nessa etapa da vida”

O estudo da ANBIMA foi realizado em parceria com o Datafolha, e ouviu 3,4 mil pessoas da população economicamente ativa das classes A, B e C em todas as regiões do país. Os dados divulgados ainda mostram o raio-x de investimento da Geração X (41 a 56 anos) e  Boormers (57 a 75 anos).

Você pode ter acesso clicando aqui.