França anuncia o bitcoin como matéria do ensino médio

Por: Allef Henrique
Publicado em 05/11/2019

Aprendendo mais sobre o bitcoin

A França vai alterar sua grade curricular no ensino médio para adicionar um novo módulo que vai envolver bitcoin e criptomoedas. O plano de estudo foi alterado em junho pelo ministério da educação da França e os professores se preparam para apresentar um curso básico, ajudando os alunos a entenderem bem sobre o impacto do bitcoin sobre a economia francesa e de todo o mundo.

Os educadores ainda podem contar com videos fornecidos pelo ministério, onde explicam de assuntos como “O bitcoin é a moeda do futuro?”; “O bitcoin pode substituir o euro?” e “você confia na sua moeda?”.

Segundo o plano base do ministério, os alunos deverão comparar o bitcoin com as moedas FIAT, ou moedas fiduciárias, fazendo com que o cinhecimento básico sobre criptomoedas seja usado no mundo financeiro tradicional.

Bitcoin à francesa

A ideia de mais criptomoedas na economia francesa não é nova. A Keplerk, startup francesa de criptomoedas que está relançando seu serviço para se adaptar em pagamentos por BTC, é um exemplo de novas adoções do governo.

Até o final de setembro, já são mais de 25 mil pontos de venda, como a Decathlon e a Sephora, que anunciaram que estarão aceitando pagamentos por bitcoin no inicio de 2020.