Edit

Somos a primeira empresa do Brasil a ter um sistema corporativo funcionando 100% com tecnologia blockchain e a maior holding de blockchain da América Latina.

Além disso, a nossa holding também desenvolve jogos digitais e temos a missão de educar pessoas para as profissões do futuro através do nosso curso de criptotraders profissional.

Facebook mantém lançamento da criptomoeda Libra para 2020

Depois de todo o burburinho causado pela especulação do lançamento da Libra, a criptomoeda do Facebook, a rede social de Mark Zuckemberg manteve cravada a data de lançamento. 2020. No ano que vem, mesmo com toda a pressão de concorrentes e reguladores do mercado, a criptomoeda vai ser lançada. A ideia da do Facebook é tornar a libra uma moeda na plataforma de pagamentos, dentro da própria rede. Para se ter ideia do impacto da novidade, Whatsapp, Intagram e o próprio Facebook ganhariam a possibilidade de realizar transferências  financeiras com a moeda, dentro da plataforma dos aplicativos.

O marketplace dessas redes sociais poderia ganhar um fôlego maior, com a possibilidade de lojas virtuais no instagram, por exemplo, vender diretamente no aplicado, recebendo em libra dos clientes. A Libra é uma stablecoin, ou seja, tem valor de cotação mais estável, se comparada às demais criptomoedas. O grupo do Facebook, que tem Whatsapp, Instagram e Messenger, tem cerca de 2,7 bilhões de usuários, um terço da população mundial teria possibilidade de acesso ao mercado de criptomoedas rapidamente. As respostas de todas as perguntas deste momento, como aceitação do público, papel e posição dos reguladores e valorização da moeda só serão dadas no futuro.

Por: Fábio Vieira 

 

 

 

 

 

 

 

“Eu vejo Libra enfrentando problemas maiores de aceitação do usuário que problemas regulatórios”

Marcus falou sobre os temores dos reguladores de que a stablecoin planejada pela gigante das mídias sociais poderia perturbar a política monetária do banco central e desestabilizar o sistema financeiro global.

Tais preocupações teriam sido alimentadas pela potencial exposição da stablecoin aos 2,7 bilhões de usuários mensais dos três aplicativos de propriedade do Facebook — WhatsApp, Messenger e Instagram.

Ainda assim, Marcus argumentou contra qualquer perspectiva de ameaça do Libra à soberania das políticas econômicas, declarando:

“Cada Libra é depositado individualmente com moedas tradicionais e nenhum dinheiro novo é criado. Não há impacto sobre juros e rendimentos. Nesse sentido, a reserva do Libra também não pode perturbar a política monetária. De qualquer forma, é improvável que os usuários paguem por um café expresso […] com Libra no futuro. Em vez disso, eles usarão ele onde houver benefícios, como pagamentos internacionais ou micropagamentos. ”

Por outro lado, o executivo disse que previa que a moeda digital inicialmente “teria problemas de aceitação em vez de regulamentares”, observando que os consumidores precisariam de algum tempo para entender adequadamente como podem usar o Libra. Ele acrescentou que a rede provavelmente verá “atritos consideráveis” no início, devido à necessidade de as partes interessadas serem submetidas a procedimentos de identificação rígidos.

Facebook não terá acesso aos dados da Calibra

À luz das polêmicas que atingiram o Facebook e seu manuseio de dados do usuário nos últimos anos, o NZZ questionou Marcus quanto à abordagem do projeto para proteger a privacidade do usuário.

Em resposta, ele afirmou que o Facebook não poderá acessar dados do Calibra e destacou que os dados da rede social e da rede de pagamentos Libra permaneceriam estritamente separados.

Conforme noticiado, O CEO do Facebook, Mark Zuckerberg, passou a semana passada em Washington DC para uma série de reuniões com os parlamentares para discutir questões regulatórias da Internet, como privacidade, concorrência e manipulação de conteúdo político.

Em um jantar com senadores, o CEO teria respondido a perguntas específicas sobre o Libra, incluindo se o Facebook optaria ou não pelo lançamento inicial fora dos Estados Unidos.

O senador Josh Hawley tuitou sobre uma reunião com Zuckerberg, adirmando que o CEO se recusou a considerar se submeter a uma auditoria independente por terceiros, bem como suportar o Facebook supostamente através da venda do WhatsApp e do Instagram.

Black_spot
perguntas frequentes

FAQ

O Bitcoin é um ativo digital descentralizado, baseada em uma tecnologia chamada Blockchain, que tem por finalidade negociação financeira sem intermediários. Seu uso mais comum, atualmente, é a compra e venda de produtos ou serviços pela internet.

Atualmente existem mais de 9000 moedas, classificadas como alticoins, stablescoins, securitycoins, utilitycoins e moedas tokenizadas. É possível existir um número infinito de criptomoedas, pois diariamente novos códigos para esses ativos são criados, normalmente atendendo a demandas particulares de cada empresa. Mas é possível acompanhar esse número crescente e a lista detalhada da cotação de cada criptomoeda através do site: https://coinmarketcap.com/

O primeiro passo é entrar em contato com um de nossos brokers oficiais (vide lista em nosso site: braiscompany.com/nossos-brokers/, ele vai te apresentar o modelo de negócio e o funcionamento da empresa. A partir daí, vocês podem decidir juntos qual a melhor opção de aluguel para você.

Sim. Como nossa empresa é especializada em aluguel de criptomoedas, toda a nossa relação é através delas. Dessa forma, se cadastrar em uma Exchange e criar a sua carteira de criptoativos é o primeiro passo para dar início ao seu aluguel. A partir daí, o seu broker vai lhe orientar no processo.

Após a escolha da exchange nacional e de sua preferência, é só seguir o passo a passo indicado pelo site. Será necessário apresentar seus documentos e algumas informações pessoais.

Sim, conforme previsto em contrato e em data preestabelecida. Sempre através de sua carteira de bitcoins.

Corretoras de criptomoedas são empresas que realizam a compra e venda de ativos digitais em uma plataforma própria para essa finalidade, como por exemplo a Binance e Mercado Bitcoin. A Braiscompany atua na gestão dessas criptomoedas, através de um contrato de locação de ativos digitais, remunerando o locador mensalmente em percentual variável. Logo, a Braiscompany não realiza compra e venda de ativos digitais para os seus clientes, apenas faz a gestão destes.

Estratégia! Em um mercado de alta volatilidade a Braiscompany aproveita os movimentos de preço dos ativos e, quanto mais eles se movem, para baixo ou para cima, maior a oportunidade de lucrar com isso. Para tanto a Braiscompany conta com a melhor equipe de criptotraders que operam aproveitando a alta volatilidade das criptomoedas. No campo administrativo, a Braiscompany mantém um gerenciamento financeiro forte, além de se alinhar com todo o compliance e sistema de governança estipulada pelo seu departamento jurídico.

A Braiscompany é uma gestora de ativos digitais de terceiros mediante contratos de locações. O Locador cede temporariamente seus ativos e, em troca, recebe uma remuneração mensal variável por doze meses, que é o prazo normal do contrato.

Para o nosso modelo de negócio não é exigido nenhuma autorização especifica a não ser o de arquivamento do contrato de constituição na Junta Comercial, inscrição na Receita Federal e Licença de funcionamento da Prefeitura.

Quanto a legislação tributária, prestamos à Receita Federal do Brasil todas as informações acessórias e, além disso, cumprimos com as obrigações estabelecidas na IN 1888 de maio de 2019.

Ou seja, nossa atividade é livre como qualquer outra atividade, sendo um direito constitucional nosso, baseado no princípio da livre iniciativa e na Lei da liberdade econômica (Lei 13.874/2019) e, cumprindo com todas as obrigações, estamos totalmente legalizados perante todos os órgãos exigidos na Legislação.

O mercado de criptoativos é bastante volátil. Por isso, não é possível garantir  um aluguel fixo de criptoativos.

Sim, após o pagamento da locação de seus criptoativos você tem total autonomia em suas negociações.

A Braiscompany não limita um número máximo de contratos de locação de criptoativos ficando a cargo de cada locador fazer contrato de locação de acordo com suas possibilidades. Em relação ao valor, existe um limite mínimo para os contratos, que é um valor mínimo para se poder operar no mercado de ativos digitais, você pode obter mais informações diretamente com um Broker, veja relação no nosso site.

Não, toda a relação da nossa empresa é através de criptomoedas.

0 +
Projetos Concluídos
FATOS DIVERTIDOS
CONTATO RÁPIDO
Estamos localizados no coração de Campina Grande-PB e prontos para te atender de qualquer lugar do Brasil. Tem dúvidas? Alguma sugestão? Fale com a gente!

Desenvolvido com 💛 em Campina Grande, PB
Braiscompany © Todos os direitos reservados