Departamento de Segurança dos EUA poderá usar Blockchain

Quer mais segurança que a segurança da Blockchain?

Pensamento igual é compartilhado no Departamento de Segurança Interna dos Estados Unidos (DHS). Nesta semana o setor do governo norte americano destinou cerca de US$ 143 mil para a contratação da  Danube Tech, empresa austríaca que desenvolve sistemas e soluções de segurança via blockchain.

O departamento afirmou em comunicado que os testes e possível implementação da tecnologia que é a base dos criptoativos surge como alternativa para aumentar a segurança. O comunicado ainda deixou claro que a medida vem para conter o índice de falsificações de certificados e licenças emitidos  pelo órgão.

A implementação dessa solução faz parte de uma premiação do Programa de Inovação do Vale do Silício, que busca parcerias no setor privado de soluções para o DHS. A inovação tecnológica pode ser utilizada em outros setores, já que aquela famosa papelada tem altos custos, sejam eles financeiros ou burocráticos.

Blockchain: o único sistema incorruptível

A tecnologia usada pelos ianques em seu departamento de segurança é a blockchain. Não custa lembrar que o sistema blockchain do bitcoin jamais foi hackeado desde a sua criação. Presente na rede desde 2009, a blockchain já sofreu tentativas de invasão, porém todas sem sucesso.

As transações em bitcoin registradas na blockchain tem sido cada vez maiores. Como publicamos aqui no Brais News em setembro, uma transação de US$ 1 bilhão foi realizada na blockcchain, com total segurança. O Banco Central do Brasil também anunciou que vai utilizar a tecnologia para “aposentar” o TED e o DOC já em 2020.

Por: Fábio Vieira