Criptomoeda para projetos sociais é criada

Por: Allef Henrique
Publicado em 12/11/2019

Criptomoedas a serviço do povo

Visando ajudar o financiamento de projetos sociais aqui no Brasil, o publicitário Marcelo Raimondi criou uma criptomoeda de cunho “social”, a Igual. Seu principal objetivo para essa contribuição, é de conectar as compras do dia-a-dia à uma moeda social.

De acordo com o matéria, é através de uma plataforma de doações que as instituições se registram, podem apresentar seus projetos e então, o valor necessário para a implementação dessa iniciativa. Os consumidores que usarem a plataforma, recebem uma quantidade de tokens Igual sempre que realizam uma compra, podendo então, fazer doações para os projetos que bem quiserem.

Segundo a matéria, Raimondi acredita que, vinculando uma criptomoeda com o consumo social, as doações se tornam mais simples e fáceis de acontecer, além de aumentar a fidelização das marcas participantes. No momento, a plataforma passa por testes sendo realizados em seis lojas parceiras, na capital paulista.

“Eu não entendia como o mundo digital tinha trazido transformações a diversos setores, mas não era usado para ter mais impacto social”, explica o publicitário.