Casa da Moeda convoca especialista em criptoativos

La Casa de Papel ou do bitcoin?

Bella ciao ou adeus real? Brincadeiras com a série do momento à parte, a Casa da Moeda do Brasil anunciou a convocação de Fernando Ulrich como conselheiro para a área de criptoativos. O comunicado, publicado no Diário Oficial da União, não trouxe muitos detalhes sobre as ações a serem realizadas pela Casa da Moeda.

Pelo histórico recente de notícias, podemos interpretar algumas possibilidades. Como publicamos aqui no Brais News em setembro, o Banco Central do Brasil (Bacen) já definiu o fim do TED e DOC para novembro de 2020. A nova tecnologia a ser utilizada no setor de remessas digitais será a base de blockchain.

Além do Bacen, há diversos rumores sobre a possível criação da Brazilian Digital Token, a BRZ, uma criptomoeda pareada em real. A idéias segue a mesma linha conceitual da Tether e da Libra do Facebook. Uma stablecoin, moeda estável menos suscetível às oscilações de mercado.

O real vai se tornar uma criptomoeda?

Com o advento dos bancos digitais, as fintechs como Nubank, levantou-se um debate sobre a digitalização cada vez maior do dinheiro. O fim do DOC e TED contribuem para que as operações no mercado financeiros sejam cada vez mais rápidas, tecnológicas e baratas.

A Casa da Moeda do Brasil com os conselhos do especialista Ultrich, pode tentar estabelecer novos horizontes na moeda fiduciária nacional. O que resta aos brasileiros é aguardar as novas posições desses órgãos federais. Quem sabe em breve estaremos transferindo a nossa criptomoeda nacional em um aplicativo de banco digita? O futuro está mais próximo do que se imagina.

Por: Fábio Vieira