Edit

Somos a primeira empresa do Brasil a ter um sistema corporativo funcionando 100% com tecnologia blockchain e a maior holding de blockchain da América Latina.

Além disso, a nossa holding também desenvolve jogos digitais e temos a missão de educar pessoas para as profissões do futuro através do nosso curso de criptotraders profissional.

Bitcoin: a esperança africana

Bitcoin dominando o mundo!

Tente imaginar esse cenário comigo: você mora em um país onde a inflação anual passa dos 100%, com instabilidade política e um IDH de 0,41 (o 186° no ranking).

Pois é, essa é a realidade do Sudão do Sul.

Já é senso comum que os países africanos são os mais afetados pela pobreza, em todo o globo. Essa realidade do Sudão do Sul é compartilhada por diversos outros país como Egito, Gana e Moçambique. Para os nativos, é comum que o percentual inflacionário ultrapasse os 100%.

Já discutimos aqui, por diversas vezes, como o mercado de criptoativos impulsiona economias capitalistas consolidadas. Mas proponho, hoje, uma avaliação do impacto que essas moedas podem trazer aos países que enfrentam, diariamente, a realidade da pobreza extrema.

Sempre que pensamos nas principais características de uma criptomoeda, recordamos que se trata de um ativo seguro e descentralizado.

Sim, esta é a palavra chave que eu queria que você tivesse na cabeça: descentralização.

Uma moeda descentralizada significa que ela não precisa de intermediários, como os bancos, nem dependem de decisões governamentais. Talvez, na nossa realidade brasileira não seja tão perceptível a importância disso.

Mas vamos lembrar que lhe convidei a imaginar que você seria um morador de um país africano.

Essas nações assistem de perto verdadeiras guerras políticas e econômicas, todos os dias. A instabilidade é tamanha que, em 2015, a inflação de um país africano, chamado Zimbabwe, foi tamanha que obrigou ao Estado a impressão de 100 trilhões de notas.

Para esse povo, o Bitcoin está sendo a “luz no fim do túnel”. Além da segurança garantida pela criptografia, os africanos vêm na moeda a possibilidade de acabar com o sofrimento do cenário inflacionário absurdo que eles precisam enfrentar. Por isso, paulatinamente, a África vem fincando raízes nesse mercado, o que, para alguns economistas, tende a ser o futuro de várias nações.

Além da descentralização garantida pelo bitcoin, sua valorização ao longo dos tempos mudou a história de várias famílias africanas, como a ‘Lady Bitcoin’, da África, que descobriu o Bitcoin ao tentar ajudar seu filho, em estado terminal, e criou o Satoshi Centre do Botswana para espalhar a palavra do Bitcoin na África, depois que ele faleceu.

Provavelmente, você que é entusiasta do mercado, ficou com o coração aquecido depois de ler tudo isso. Confesso que, se antes eu já acreditava que as criptomoedas eram o futuro do dinheiro, hoje rezo para que esse futuro chegue bem mais rápido!

Não vou mais me estender, mas deixo para você a recomendação de um documentário, disponível na Amazon Prime, chamado “Banking on Africa: The Bitcoin Revolution”. Ainda que, na minha opinião, ele deixe a desejar – tendo em vista a magnitude do assunto- mas é um documentário que relata bem o que a África está vivenciando.

Por: Amanda Martins
Publicado em 29/05/2020

 

Black_spot
perguntas frequentes

FAQ

O Bitcoin é um ativo digital descentralizado, baseada em uma tecnologia chamada Blockchain, que tem por finalidade negociação financeira sem intermediários. Seu uso mais comum, atualmente, é a compra e venda de produtos ou serviços pela internet.

Atualmente existem mais de 9000 moedas, classificadas como alticoins, stablescoins, securitycoins, utilitycoins e moedas tokenizadas. É possível existir um número infinito de criptomoedas, pois diariamente novos códigos para esses ativos são criados, normalmente atendendo a demandas particulares de cada empresa. Mas é possível acompanhar esse número crescente e a lista detalhada da cotação de cada criptomoeda através do site: https://coinmarketcap.com/

O primeiro passo é entrar em contato com um de nossos brokers oficiais (vide lista em nosso site: braiscompany.com/nossos-brokers/, ele vai te apresentar o modelo de negócio e o funcionamento da empresa. A partir daí, vocês podem decidir juntos qual a melhor opção de aluguel para você.

Sim. Como nossa empresa é especializada em aluguel de criptomoedas, toda a nossa relação é através delas. Dessa forma, se cadastrar em uma Exchange e criar a sua carteira de criptoativos é o primeiro passo para dar início ao seu aluguel. A partir daí, o seu broker vai lhe orientar no processo.

Após a escolha da exchange nacional e de sua preferência, é só seguir o passo a passo indicado pelo site. Será necessário apresentar seus documentos e algumas informações pessoais.

Sim, conforme previsto em contrato e em data preestabelecida. Sempre através de sua carteira de bitcoins.

Corretoras de criptomoedas são empresas que realizam a compra e venda de ativos digitais em uma plataforma própria para essa finalidade, como por exemplo a Binance e Mercado Bitcoin. A Braiscompany atua na gestão dessas criptomoedas, através de um contrato de locação de ativos digitais, remunerando o locador mensalmente em percentual variável. Logo, a Braiscompany não realiza compra e venda de ativos digitais para os seus clientes, apenas faz a gestão destes.

Estratégia! Em um mercado de alta volatilidade a Braiscompany aproveita os movimentos de preço dos ativos e, quanto mais eles se movem, para baixo ou para cima, maior a oportunidade de lucrar com isso. Para tanto a Braiscompany conta com a melhor equipe de criptotraders que operam aproveitando a alta volatilidade das criptomoedas. No campo administrativo, a Braiscompany mantém um gerenciamento financeiro forte, além de se alinhar com todo o compliance e sistema de governança estipulada pelo seu departamento jurídico.

A Braiscompany é uma gestora de ativos digitais de terceiros mediante contratos de locações. O Locador cede temporariamente seus ativos e, em troca, recebe uma remuneração mensal variável por doze meses, que é o prazo normal do contrato.

Para o nosso modelo de negócio não é exigido nenhuma autorização especifica a não ser o de arquivamento do contrato de constituição na Junta Comercial, inscrição na Receita Federal e Licença de funcionamento da Prefeitura.

Quanto a legislação tributária, prestamos à Receita Federal do Brasil todas as informações acessórias e, além disso, cumprimos com as obrigações estabelecidas na IN 1888 de maio de 2019.

Ou seja, nossa atividade é livre como qualquer outra atividade, sendo um direito constitucional nosso, baseado no princípio da livre iniciativa e na Lei da liberdade econômica (Lei 13.874/2019) e, cumprindo com todas as obrigações, estamos totalmente legalizados perante todos os órgãos exigidos na Legislação.

O mercado de criptoativos é bastante volátil. Por isso, não é possível garantir  um aluguel fixo de criptoativos.

Sim, após o pagamento da locação de seus criptoativos você tem total autonomia em suas negociações.

A Braiscompany não limita um número máximo de contratos de locação de criptoativos ficando a cargo de cada locador fazer contrato de locação de acordo com suas possibilidades. Em relação ao valor, existe um limite mínimo para os contratos, que é um valor mínimo para se poder operar no mercado de ativos digitais, você pode obter mais informações diretamente com um Broker, veja relação no nosso site.

Não, toda a relação da nossa empresa é através de criptomoedas.

0 +
Projetos Concluídos
FATOS DIVERTIDOS
CONTATO RÁPIDO
Estamos localizados no coração de Campina Grande-PB e prontos para te atender de qualquer lugar do Brasil. Tem dúvidas? Alguma sugestão? Fale com a gente!

Desenvolvido com 💛 em Campina Grande, PB
Braiscompany © Todos os direitos reservados