Binance pretende lançar novos serviços no Brasil

Por: Daniela Abrantes
Publicado em 10/02/2020

Novidades chegando

A exchange Binance, além de estar aceitando Real nas suas negociações, agora está ampliando seus serviços no Brasil, já que o país possui um grande público que ainda não tem acesso ao mercado.

“Existem 45 milhões de pessoas sem banco no Brasil, ou seja, aproximadamente 21% da sua população. Queremos facilitar as coisas para sua vida financeira – em poucas palavras: ajudá-los a obter liberdade de dinheiro (…) Estamos trabalhando em mais parcerias para oferecer mais acesso à nossa plataforma e a todos os produtos que oferecemos. Além disso, a Binance.com está sempre lançando novos recursos e damos as boas-vindas a todos para testá-los e participar de nossas promoções. Isso é algo que almejamos para a comunidade brasileira: aumentar o envolvimento em nossas promoções locais. Uma ótima maneira de servir e mostrar aos nossos usuários tudo o que a Binance tem a oferecer”, afirmou Josh Goodbody, novo Diretor de Negócios Institucionais e de Crescimento na Europa e América Latina.

A empresa revelou que pretende utilizar as estruturas dos mercados tradicionais para atrair usuários, para isso pode ser utilizado corretores e custodiantes regulamentados, além de respeitar as legislações locais e os requisitos regulatórios.

“A América Latina é um mercado em crescimento e cheio de oportunidades. Cada mercado regional, de maneira única, está se movendo em direção à adoção e a um melhor entendimento das vantagens tecnológicas inerentes à indústria de criptoativos. Normalmente, a América Latina é considerada como um mercado, mas a verdade é que as diferenças regionais são bastante grandes – o Brasil é um mercado muito diferente da Argentina, a Venezuela tem uma incrível adoção de criptomoedas, outros países ainda estão no estágio inicial de regulamentações sobre Bitcoin, e por aí vai. É por isso que estamos aumentando nossos esforços de divulgação com funcionários de diferentes países e regiões, para entender melhor seus mercados locais e fornecer os produtos e serviços que eles estão procurando”, explicou Goodbody

Cada mercado tem suas especificações, sendo a América Latina como um todo um grande mercado em potencial para o uso de criptomoedas.