Banco Central destaca sobre o bitcoin: Seguro e transparente

Por: Allef Henrique
Publicado em 11/11/2019

Bitcoin é a solução dos seus problemas

O presidente do Banco Central do Brasil, Roberto Campos Neto, admitiu pela primeira vez em um evento realizado na embaixada da Itália em São Paulo, que o bitcoin e as criptomoedas realmente possuem potencial. Nesse evento, Roberto Campos apontou que as criptomoedas atendem uma necessidade da ‘nova era digital’: pagamentos rápidos, segurança, transparencias e baixos custos. Mas, na contra-mão dessas vantagens, ele aponta que o ‘problema’ do bitcoin, é sua falta de compatibilidade com a economia global atual, reclacionada a trabalhos com bancos, moedas como dólar e euro, entre outros.

“Se o mundo fosse um país, só as criptomoedas seriam uma grande solução (…) É um grande produto e pode gerar grande eficiência, mas o problema é a interoperabilidade com a economia global”, afirma Neto.

Os mais novos superando os antigos

Seu antecessor, Ilan Goldfajn, afirmava que o bitcoin não passava de uma bolha, mas Campos Neto, antes mesmo de sua posse, já dava ênfase à capacidade que o bitcoin e a tecnologia blockchain apresentavam.

Curiosamente, a blockchain é parte das iniciativas do Banco Central, sob o comando de Roberto Campos Neto, da Agenda BC#, ­­­­­­que destaca em suas apresentações um modelo de ‘roadmap’ da instituição.