A pizza de 513 milhões de reais

[vc_row][vc_column][vc_column_text]

Hoje é pizza day!

Em 22 de maio de 2010, Lazslo – que é gente como a gente – estava com muita vontade de comer pizza, mas só tinha uns bitcoin para pagar. Então, ele disse que pagaria 10 mil bitcoins para quem pudesse entregar duas pizzas em sua casa. Afinal, quando bate a vontade de comer pizza, todos nós sabemos que somos capazes de qualquer coisa, não é mesmo?

Mas eu também concordo que 513 milhões de reais é um tanto quanto exagerado. Acho que ele estava há mais de um ano sem comer uma fatia de pizza.

Brincadeiras à parte. Na verdade, o que aconteceu foi que, na época, o bitcoin não valia o mesmo que hoje. Como ele tinha acabado de ser lançado, era muito mais simples minerar, a oferta era superior a demanda, e isso determinava uma cotação bem menor do que a que estamos acostumados.

Hoje, comemoramos os 10 anos desse evento. E acredito que Lazslo vai dormir com um pequeno remorso; afinal, a moeda esteve em R$ 60.000,00 esses dias. No entanto, a atitude dele foi determinante para que o mundo entendesse, de uma vez por todas, como funciona o mercado de criptomoedas e qual o seu real potencial de crescimento.

Essa história rendeu tanto que, hoje, todos os entusiastas desse mercado maravilhoso comemoram o “Pizza Day”. Aqui em Campina Grande, a Lupeduvi entendeu que aceitar o pagamento em bitcoin era bastante lucrativo e, por isso, é a primeira pizzaria da cidade aberta a esse tipo de pagamento! Mas não se preocupe, sua pizza sairá bem mais em conta: eles irão fazer a conversão na cotação atual.

Então, se você também está só esperando a cotação do Bitcoin chegar a 100.000 dólares, senta-se no sofá e aproveita uma boa pizza hoje; pois, logo teremos muitas histórias semelhantes às de Lazslo para contar![/vc_column_text][/vc_column][/vc_row][vc_row][vc_column][vc_video link=”https://www.youtube.com/watch?v=8IS5LjMrhDw&feature=youtu.be” align=”center”][/vc_column][/vc_row]